O Hospital Universitário de Genebra presta serviço a uma população de 450.000 habitantes e emprega 1.300 médicos e 3.400 enfermeiros. O Programa de Simulação do Hospital Universitário de Genebra (SIMULHUG) foi fundado em 2007. O Dr. Savoldelli, anestesista do hospital e impulsionador chave deste projeto, queria oferecer melhores métodos de treinamento a médicos, enfermeiros e estudantes e estava convencido de que a simulação era um modo eficaz para melhorar as habilidades médicas e a atuação das equipes interdisciplinares.

Aprendendo de Outros

Antes de embarcar no programa, o Dr. Savoldelli visitou o Hospital de St. Michael da Universidade de Toronto e o Centro de Simulação Médica de Harvard, Cambridge, Massachusetts (EUA), nos quais a simulação médica já estava firmemente arraigada, para compreender melhor os processos de simulação e o modo de poder desenvolver tais programas. Graças ao apoio financeiro prestado pela direção do hospital e à disponibilidade das instalações, a preparação e colocação em marcha do SIMULHUG levou somente um ano.

O programa tem foco principal na gestão multidisciplinar de situações médicas críticas, para as quais são preparadas simulações nas que os participantes realizam suas práticas sob a supervisão de um instrutor. O treinamento é reforçado com uma sessão informativa completa dirigida por um instrutor que permite os participantes refletir suas ações e traduzi-las em melhores atuações em sua prática clínica diária, tanto a nível individual como de equipe.

O equipamento de treinamento empregado para facilitar o programa SIMULHUG inclui simuladores de paciente: 1 SimMan, 1 SimBaby, 1 SimNewB, 4 estações de habilidades de ressuscitação Anne e diversos manequins e simuladores. Todos os cenários são preparados especificamente e são programados previamente com mais de 35 casos desenvolvidos até esta data. Uns 250 médicos, enfermeiros e estudantes receberam treinamento em 2008, seu primeiro ano de funcionamento. Os participantes proviam dos departamentos de anestesia, pediatria e neonatologia. O programa segue sendo desenvolvido para incluir as unidades de tratamento intensivo e emergência, equipe de traumatologia, pessoal de ambulâncias e de enfermeiros de repartições.

Obrigatoriedade do Treinamento com Simulação

Com visão em direção ao futuro, a Suíça está desenvolvendo um novo plano de estudos nacional para o treinamento de pós-graduados em anestesia. O treinamento com simulação irá formar parte essencial da reforma de seu plano de estudos e é esperado que seja obrigatório para os anestesistas. Com o sucesso do SIMULHUG, o Hospital Universitário de Genebra aspira a se converter em um centro regional de recursos para o treinamento médico na Suíça.