O Centro de Simulação e Segurança de Pacientes de Tübingen (TuPASS) foi fundado em 1998 e está situado em uma repartição clínica no Hospital Universitário de Tübingen. O TuPASS fornece treinamento a cerca de 2.000 pessoas por ano, uma mescla de estudantes, profissionais de tratamento de saúde e pessoal, tanto interno como externo de outros hospitais.

O objetivo principal do TuPASS é aumentar o número de iniciativas sobre segurança de pacientes em todo o espectro dos serviços de saúde através do treinamento com simulação. Outra das metas principais do centro é a de criar sistemas nacionais de informação de incidentes, contribuir para análise de incidentes críticos e pesquisar medidas para reduzir tais incidentes. O TuPASS dirige atualmente o Sistema Nacional de Informação de Incidentes da Alemanha (PaSOS) para a Sociedade de Anestesia.

A Solução

Os cenários clínicos foram projetados com cuidado para satisfazer as necessidades educativas de cada participante do grupo, otimizando assim a relevância do treinamento com simulação proporcionado. Os 400 m2 de suas instalações foram projetados para que o centro de simulação possa oferecer estes programas de treinamento, sendo os equipamentos de treinamento compostos de simuladores de paciente: 1 SimMan 3G, 2 SimMan, 2 SimBaby, 1 SimNewB além de 10 PC com MicroSim (para a aprendizagem com cenários clínicos informatizados), 2 estações de habilidades em ressuscitação Anne, 1 simulador de sistema avançado à vida (bebê) e uma seleção de manequins e simuladores.

Os Resultados

Domínio de "Fatores Humanos"

Além do treinamento em CRM, são realizadas outras atividades principais que incluem cursos de treinamento de instrutores em toda a Europa, gestão de competências, treinamento em protocolos e instrução móvel no local, sendo este último curso o que acumula 50% do treinamento proporcionado (por exemplo, treinamento para o pessoal de ambulâncias aéreas).

Compartilhamento Experiências

O TuPASS participa ativamente em redes nacionais e internacionais e segue desenvolvendo e fomentando a simulação como um método de treinamento eficaz de qualidade ao pessoal de cuidado médico atual. Os elementos críticos da segurança dos pacientes podem ser ensinados agora mediante um modo prático, em um ambiente seguro e controlado, no qual é possível expor aos participantes de distintos eventos clínicos, tanto comuns como pouco comuns, graus distintos de complexidade, a fim de que possam se preparar melhor para os casos da vida real.